ACTUALIDADE:

Carnaval


A festa do Rei Momo, na ilha do Sal, inicia 3 a 4 dias antes do dia oficial do carnaval, com os desfiles das crianças dos jardins infantis, dos alunos das escolas do Ensino Básico Integrado (EBI) e de jovens das escolas Secundárias, que levam muita folia, entusiasmo, cor e vivacidade às ruas de todas as localidades da ilha (Pedra de Lume, Palmeira, Espargo e Santa Maria).

O auge acontece, naturalmente, na terça-feira de carnaval na Cidade do Espargo com os desfiles dos grupos oficiais designadamente, Maravilhas do Sul, Patchê Parloa, Gaviões de Hortelã, Salgadim Doce e Creola África, que enchem a Avenida de Morro Curral de muita música, batucada, animação, folia, mandingas, entre muitos outros atrativos. Os grupos carnavalescos desfilam com os seus trajes criativos, cantando e dançando sem cessar, acompanhando os seus carros alegóricos cheios de cor, alegria e imaginação.

No dia do Carnaval, os salenses saem às ruas para mergulhar num ambiente de sonho e fantasia onde todos, seja de qual for o seu estatuto social, participam da alegria coletiva e esquecem a realidade do dia a dia. Neste ritual, os locais e os visitantes, inclusive turistas, são espontaneamente integrados. Se na terça-feira a festa acontece em Espargo, na quarta-feira de Cinza o espetáculo realiza-se, em reposição, na cidade turística de Santa Maria. De ano para ano, o Carnaval na ilha do Sal tem vindo a crescer e a ganhar pujança. Em virtude deste crescimento notório apareceu, nos últimos anos, o projeto Trio Babel, que duas vezes por ano, por ocasião do da realização do Carnaval e no Verão, sai na Avenida dos Hotéis, em Santa Maria, com um grande número de foliões para animar as gentes da ilha e os turistas.


C
O
N
T
A
T
O
S